segunda-feira, 16 de abril de 2007

Filmes: What the Bleep do We Know?, The Secret, Office Space,





















Office Space - fiquei curiosa p/ assistir, depois de ler os comentários no Helio's Office Space.. hehehe mas a BBuster não possui mas este título :-( o filme é mttto antigo :-(
indicaram-me uma locadora em Botafogo-RJ que tem de tudo um pouco... vou procurar por lá!
ps.: Acabo de checar o site! não há este título disponível. :-(((


















The Secret
tentei alugar este DVD, mas ainda não está disponível na BBuster
:-(


















Bom, pra não sair de mãos abanando, levei o "what the bleep do we know?".
Não vou negar, achei até interessante alguns dos assuntos abordados no filme como por exemplo "The message from the water - Dr. Massaru Emoto" - mas já há um site contradizendo estas afirmações.

O filme é bastante provocativo, com certeza, mas acho que força a barra qdo inclui depoimentos de físicos para corroborar uma idéia mto simples, que pode ser descrita em uma frase: Querer é poder! ou seja... A mim pareceu um filme de um livro de auto-ajuda com depoimentos científicos para dizer que qdo vc quer algo o universo conspira a seu favor...
() parênteses: nos depoimentos isso é dito pelo Mark, um dos produtores. O filme seria uma historia e posteriormente, pensou-se em incluir os depoimentos científicos. E é claro que depoimentos científicos causam um impacto considerável, principalmente qdo usam termos conhecidos com significados diferentes, que deixam o espectador mais confuso. Eu pelo menos fiquei! Achei uma tremenda forçação de barra apelar para mecânica quântica para reforçar a idéia das probabilidades, uma coisa que é óbvia: Se vc mudar sua atitude em relação ao mundo, vc se modificará. Vc se modificando, irá modificar a forma de se comportar com as pessoas o que afetará a forma como elas se comportam com vc. Ora, convenhamos, não é preciso que nenhum físico dê o depoimento sobre isso!

Realmente, qdo vc está deprimido, neurótico, de mau-humor, quem vai chegar perto, te oferecer emprego, querer ser seu/sua namorado(a)??? ninguém!!! mas se vc está feliz, de bem com a vida, sorrindo, tudo pode acontecer! o leque de possibilidades se abre!
E qdo fala sobre o amor é uma verdade. Se vc não se ama, se acha um lixo, sua atitude corporal mostra o qto vc se desvaloriza e se deprecia. Mas se vc, mesmo na m***da arruma um namorado, o que acontece? vc começa a se sentir mais bonito/a, mais atraente, é como se vc se amasse pq alguém te ama. Até aí nenhuma novidade.

Há tb o momento em que a narradora questiona se vc já não viu quem vc era através dos olhos de outra pessoa. Ah, isso o tempo todo. Qdo visito o colégio onde cursei o primário, lembro-me de como era qdo entrei ali. Qdo terminei o curso na facul, lembro do meu momento como caloura. Qdo vejo fotos de viagens que fiz, lembro de como era naquele tempo. etc etc...

guia do cético

2 comentários:

Helio disse...

Olha, o que as pessoas em geral não sabem é que de Ciência verdadeira esses filmes (O Segredo e Quem somos nós) não tem NADA. Só citam extrapolam absurdamente idéias da física quântica para embaralhar a cabeça das pessoas ingênuas. Os "físicos" que aparecem no filme "Quem somos nós" são motivo de piada.

A mecância quântica se aplica ao universo físico na escala SUB-ATÔMICA, para coisas que são MENORES QUE UM ÁTOMO. Insinuar que a dualidade entre partícula-onda (um elétron, por exemplo,se comporta tanto como uma partícula e como um onda, dependendo de como você o analisa) a seres humanos é coisa de retardado mental.

E repito: o "Quem somos nós" foi produzido pela seita liderada pelo "espírito do guerreiro lemuriano Ramtha, que viveu 35.000 atrás na região da antiga Atlântida". No filme isso só é informado nos créditos finais. Aquela mulher loira que fala com sotaque esquisito é a canalizadora de espíritos JZ Knight, ou melhor, é o Ramtha encarnado nela. Quando ela desencarna volta a falar com sotaque normal. Só RINDO mesmo.

Odeio essas besteiras de auto-ajuda que exploram a ignorância das pessoas.

Roberta disse...

oi Helio, obrigada pela participação!